• ethereumEthereum (ETH) $ 3,255.65 2.85%
  • bnbBNB (BNB) $ 608.80 1.08%
  • solanaSolana (SOL) $ 157.71 2.54%
  • usd-coinUSDC (USDC) $ 1.00 0.12%
  • xrpXRP (XRP) $ 0.551453 0.6%
  • staked-etherLido Staked Ether (STETH) $ 3,250.88 2.74%
  • the-open-networkToncoin (TON) $ 5.85 6.05%
  • cardanoCardano (ADA) $ 0.501897 2.74%
  • avalanche-2Avalanche (AVAX) $ 39.25 2.46%

Robert Kiyosaki fala sobre o pouso forçado

Foto do autor

Geraldo Manuel

Publicado em

Robert Kiyosaki fala sobre o pouso forçado. A agência americana de avaliação de crédito, Fitch Ratings, reduziu a classificação de crédito dos Estados Unidos de AAA para AA+ na terça-feira, 1º de agosto de 2023. Esse movimento é o primeiro indício de problemas surgindo no mercado financeiro americano e pode ter o potencial de desestabilizar a economia. O renomado autor Robert Kiyosaki emitiu um alerta aos EUA sobre uma possível crise e viu a decisão da Fitch como o primeiro passo para um declínio econômico.

Mas o que levou ele a fazer essa afirmação? Por que as classificações de crédito dos EUA estão em queda? Vamos explorar e tentar desvendar esse mistério.

Por que as avaliações de crédito dos Estados Unidos estão em declínio?

A Fitch Ratings, famosa por sua visão frequentemente cautelosa sobre a economia, surpreendentemente rebaixou a classificação de crédito dos Estados Unidos. A nota dos EUA foi alterada de AAA para AA+, provocando uma queda significativa no mercado de ações. Enquanto AAA indica a menor probabilidade de inadimplência, AA+ é atribuído a nações com uma expectativa ligeiramente maior, porém ainda baixa, de risco de inadimplência. A Fitch justificou sua decisão e esclareceu a razão por trás dela.

De acordo com a agência, há crescentes preocupações sobre a habilidade do governo americano de enfrentar os desafios da dívida em ascensão. A alteração foi motivada pela percebida piora fiscal prevista para os EUA nos próximos tempos, aliada ao aumento acelerado da dívida por parte das autoridades legislativas.

A lerta de Robert Kiyosaki 

A ação tomada pela agência Fitch Rating causou alvoroço na economia dos EUA, levando a uma venda massiva de ações. Essa situação capturou a atenção de várias personalidades influentes no cenário econômico. Robert Kiyosaki, escritor do livro “Pai Rico, Pai Pobre“, manifestou sua inquietação, indicando que a economia americana está à beira de um colapso. “O primeiro sinal de alerta, prepare-se para turbulências”, declarou Kiyosaki. Ele acredita que o rebaixamento da nota de crédito dos EUA é apenas o início de uma série de desafios para grandes empresas, o Federal Reserve e o Departamento do Tesouro.

Kiyosaki já havia alertado sobre uma desaceleração notável em 2021, sugerindo que isso indicava uma tendência de queda no mercado de ações e um enfraquecimento da economia americana.

“É um prenúncio de uma crise iminente e recomendo aos meus seguidores que invistam em Bitcoin (BTC), prata e ouro à medida que os valores das ações declinam”, orientou Kiyosaki.

Nesta semana, o renomado autor expressou que, apesar de parecer estável, a economia americana está à beira de um colapso. Ele prevê um aumento nas falências bancárias nos próximos anos, atribuindo a responsabilidade a Joe Biden e ao Federal Reserve. Adicionalmente, Kiyosaki prevê que a adoção de uma moeda única pelos países do BRICS poderá depreciar o dólar americano no cenário global.

Resumo

O rebaixamento da classificação de crédito dos EUA de AAA para AA+ causou um grande impacto na economia americana, resultando em uma queda significativa no mercado de ações. A incerteza sobre a capacidade do governo dos EUA de enfrentar os desafios da dívida é a principal causa desse rebaixamento. Robert Kiyosaki vê essa situação como o início do declínio econômico dos EUA e aconselha os investidores a direcionarem seus recursos para ouro, prata e BTC.

Deixe um comentário