• ethereumEthereum (ETH) $ 3,833.92 1.46%
  • bnbBNB (BNB) $ 600.83 0.49%
  • solanaSolana (SOL) $ 167.76 2.05%
  • staked-etherLido Staked Ether (STETH) $ 3,832.96 1.47%
  • usd-coinUSDC (USDC) $ 1.00 0.04%
  • xrpXRP (XRP) $ 0.524596 1.84%
  • the-open-networkToncoin (TON) $ 6.45 0.87%
  • cardanoCardano (ADA) $ 0.457410 2.31%
  • avalanche-2Avalanche (AVAX) $ 36.75 4.11%

A análise de preços de: ADA, SOL e DOGE

Foto do autor

Geraldo Manuel

Publicado em

A análise de preços de: ADA, SOL e DOGE: A jornada agitada persiste para os entusiastas das criptomoedas, porém, os valores retornaram a uma fase de estabilidade. Qual será o próximo desdobramento? Moedas como ADA, SOL e DOGE, junto a várias outras, encontram-se em patamares cruciais. Essa conjuntura pode resultar em movimentações substanciais, à medida que a volatilidade do BTC retoma sua influência.

Avaliação da Cardano (ADA)

Devido às quedas experimentadas ao longo deste ano, a ADA Coin viu sua posição de destaque entre as principais criptomoedas diminuir. O progresso da plataforma tem sido mais lento do que o antecipado, e a incapacidade de incorporar aplicativos populares à rede tem testado a paciência dos investidores. Os defensores da alta conseguiram proteger com êxito o nível de suporte de US$ 0,24 na Cardano, contudo, estão enfrentando obstáculos para ultrapassar a marca de US$ 0,28. Isso sugere que os vendedores estão aproveitando cada pequeno aumento para vender.

A influência das vendas é notável nos pontos de resistência, o que pode antecipar uma possível queda adicional no panorama geral do mercado. Os vendedores estarão empenhados em empurrar o valor abaixo do nível de resistência crucial de US$ 0,24. Caso alcancem sucesso nesse intento, é possível que as vendas ganhem força, direcionando o preço para os patamares de suporte de US$ 0,22 e US$ 0,2. Por outro lado, em um cenário alternativo, existe a possibilidade de uma recuperação até US$ 0,32, se houver encerramentos consistentes acima do nível de resistência.

A avaliação do gráfico da Solana (SOL)

No dia 24 de agosto, Solana registrou mais uma queda abaixo do nível de ruptura de US$ 22,30, sinalizando a transformação desse patamar em uma resistência pelos vendedores. A intenção dos vendedores é empurrar o valor abaixo do suporte crítico de US$ 19,35 e mantê-lo nesse ponto. Caso alcancem sucesso nesse empreendimento, isso marcará o início de um cenário desfavorável para os investidores da moeda SOL.

Se o suporte for perdido, há a possibilidade de que o valor da moeda SOL caia em direção aos patamares de US$ 16 e US$ 18. A Média Móvel Exponencial (EMA) de 20 dias, que está em US$ 22,33, juntamente com o Índice de Força Relativa (RSI) na zona de baixa, corroboram a presença da tendência de baixa. Para uma recuperação no preço, é necessário que ocorra uma superação da resistência em US$ 22,3, possibilitando a busca pelos níveis de resistência subsequentes de US$ 23,67 e, posteriormente, US$ 27.

Avaliação da Dogecoin (DOGE)

Em um futuro próximo, estaremos testemunhando passos mais definidos em relação aos Serviços de Pagamento do Twitter (agora referidos como “X”), cujo anúncio foi feito em novembro do ano passado. Os investidores da DOGE mostraram entusiasmo com a incursão de Musk no campo dos pagamentos. No entanto, a notícia desfavorável é que, devido à incerteza regulatória, parece improvável que a DOGE seja integrada a esse serviço. Isso retira o principal impulsionador de preços do querido rei das moedas meméticas.

Olhando para a análise técnica, o extenso pavio da vela observado em 23 de agosto evidencia que os vendedores estão persistentes e continuam a comercializar em momentos de alta. Caso o valor diminua abaixo do patamar de suporte de US$ 0,06, isso sinalizaria o domínio dos vendedores. O par DOGE/USDT poderia então descer para US$ 0,055, nível que representou a mínima intradiária em 17 de agosto. Uma possível projeção em caso de fechamentos abaixo poderia ser US$ 0,05.

Contrariamente, em um cenário de recuperação a partir de US$ 0,06, as metas em vista seriam US$ 0,07 e US$ 0,08.

Deixe um comentário