• ethereumEthereum (ETH) $ 3,251.34 2.59%
  • bnbBNB (BNB) $ 609.92 0.75%
  • solanaSolana (SOL) $ 157.31 2.05%
  • usd-coinUSDC (USDC) $ 0.999724 0.01%
  • staked-etherLido Staked Ether (STETH) $ 3,251.17 2.68%
  • xrpXRP (XRP) $ 0.545973 0.22%
  • the-open-networkToncoin (TON) $ 5.81 3.67%
  • cardanoCardano (ADA) $ 0.498539 3.77%
  • avalanche-2Avalanche (AVAX) $ 39.03 1.79%

Quais são os tipos de criptomoedas mais usados?

Foto do autor

Felipe Nascimento

Publicado em

Com a vasta gama de tipos de criptomoedas disponíveis, mergulhar no seu mercado pode parecer desafiador, especialmente para quem está começando. No entanto, familiarizar-se com os diferentes tipos de criptomoedas e seu funcionamento é mais simples do que parece.

Este artigo visa esclarecer todas as suas dúvidas sobre os diversos tipos de criptomoedas, além de abordar questões adicionais. Você sabia que NFTs e fan tokens também são considerados criptomoedas? Continue conosco para expandir seu conhecimento sobre o fascinante universo das criptomoedas.

NFTs são Considerados Criptomoedas?

Primeiramente, é importante destacar que NFTs (tokens não fungíveis) não se classificam como criptomoedas. Embora operem de maneira semelhante e utilizem a mesma tecnologia blockchain, NFTs diferem das criptomoedas em funcionalidade e propósito. Enquanto criptomoedas visam atuar como meio de troca, NFTs têm como finalidade representar a propriedade de ativos digitais únicos.

Por exemplo, é possível substituir um bitcoin por outro sem alteração de valor, o que não ocorre com NFTs, mesmo que sejam visualmente idênticos, pois cada NFT tem características exclusivas.

Os fan tokens, por sua vez, não se enquadram como criptomoedas. Eles são baseados em blockchain e visam fomentar a interação entre clubes esportivos e seus fãs.

Leia Também: 

Explorando os Tipos de Criptomoedas

Altcoins

As criptomoedas alternativas, ou Altcoins, englobam todas aquelas que não são Bitcoin. Surgidas após o Bitcoin, essas moedas mantêm características próprias, diferenciando-se da precursora, que continua a ser a criptomoeda de referência.

Stablecoins

As stablecoins são criptomoedas cujo valor é projetado para permanecer constante em relação a uma referência, como o dólar americano. Por exemplo, 1 Tether ou 1 BUSD é sempre equivalente a 1 dólar. Assim, ao contrário das demais criptomoedas, o preço das stablecoins busca estabilidade. Algumas das principais stablecoins incluem USD Coin, Tether, DAI e BUSD.

Memecoins

As memecoins são criptomoedas que se destacam no mercado por seu aspecto lúdico e base em memes. Embora algumas tenham propósitos específicos, como arrecadação para caridade, a maioria é voltada para o entretenimento ou ganhos rápidos. Dogecoin é o exemplo mais notável.

Tokens de Utilidade

Tokens de utilidade são projetados para oferecer benefícios específicos aos seus detentores, como descontos, acesso exclusivo ou participação em recompensas. Fan tokens, por exemplo, podem ser considerados tokens de utilidade, promovendo engajamento entre times e torcedores.

Tokens de Governança

Tokens de governança permitem que detentores participem nas decisões de empresas ou DAOs (organizações autônomas descentralizadas), como a escolha de novos produtos.

Tokens de Privacidade

Criptomoedas de privacidade visam oferecer segurança, anonimato e privacidade através de tecnologias avançadas. No entanto, sua utilização é controversa e, em alguns locais, ilegal devido a associações com atividades ilícitas.

Outros tipos de criptomoedas

Além dos tokens já citados, existem alguns outros tipos de criptomoedas e que são bastante utilizados. Alguns outros tipos são:

  • Reward Token. Como o nome diz, os tokens de recompensa servem para recompensar usuários baseado na participação deles.
  • Payment Token. Tokens de pagamento são projetados especificamente para servir como meio de pagamento, sem muitas outras funções.
  • Security Token. Esse tipo de token é um conceito novo, mas que está crescendo. Tokens de segurança ou Token de Seguridade representam ativos financeiros, como ações, títulos e também valores mobiliários.

Em resumo, o mercado de criptomoedas é vasto e em constante evolução, apresentando uma diversidade de tokens com funções e propósitos distintos. Apesar da complexidade inicial, com dedicação, é possível entender as nuances desse mercado intrigante.

Leia Também: Quais são os países que realizam investimento em criptomoedas?

Acompanhe nossa página no youtube

Deixe um comentário