• ethereumEthereum (ETH) $ 3,250.23 2.8%
  • bnbBNB (BNB) $ 607.75 1.24%
  • solanaSolana (SOL) $ 157.88 2.64%
  • usd-coinUSDC (USDC) $ 0.999946 0.05%
  • staked-etherLido Staked Ether (STETH) $ 3,250.88 2.83%
  • xrpXRP (XRP) $ 0.549285 0.08%
  • the-open-networkToncoin (TON) $ 5.87 5.68%
  • cardanoCardano (ADA) $ 0.504434 0.97%
  • avalanche-2Avalanche (AVAX) $ 39.12 2.14%

Ethereum: Atualização se aproxima e criptomoeda pode decolar

Foto do autor

Felipe Nascimento

Publicado em

O Ethereum (ETH), a segunda criptomoeda mais valiosa do mercado, está às vésperas de uma atualização fundamental denominada Dencun, agendada para ocorrer por volta do dia 13 de março. Esta atualização incorpora mudanças significativas, com destaque para o proto-danksharding, também conhecido pela sigla EIP-4844.

A nova implementação transformará o processo de verificação de dados, facilitando a verificação de pequenos fragmentos de dados em vez de grandes volumes, como é o caso atualmente nos rollups do Ethereum. Esse avanço permitirá que os rollups realizem um maior número de transações por segundo, eliminando a necessidade de aguardar pela confirmação da rede principal para cada conjunto de dados.

Se a atualização for bem-sucedida, os desenvolvedores estimam que o ecossistema Ethereum possa suportar mais de 100 mil transações por segundo, um salto significativo em relação à capacidade atual da rede. Isso representa um marco importante para a comunidade que, por anos, enfrentou desafios e atrasos no desenvolvimento do projeto. A ampliação da capacidade de processamento de transações tem o potencial de revolucionar a rede Ethereum, tornando-a mais eficiente e econômica tanto para transações quanto para aplicativos descentralizados (dApps).

O que se pode esperar do Ethereum no futuro

Ethereum

À medida que o Ethereum continua a evoluir, há várias expectativas em torno de seu desenvolvimento e impacto no mundo das criptomoedas e além. Aqui estão alguns pontos principais sobre o que se pode esperar do Ethereum no futuro:

1. Transição para o Ethereum 2.0

O projeto está em processo de transição para o Ethereum 2.0, que promete ser uma atualização significativa, trazendo consigo o Proof of Stake (PoS) em substituição ao atual mecanismo de consenso Proof of Work (PoW). Isso não só tornará a rede mais sustentável em termos de consumo energético, como também deverá aumentar significativamente a capacidade de processamento de transações, visando resolver os problemas de escalabilidade.

2. Melhorias na Escalabilidade e Eficiência

Com a implementação do sharding e outras tecnologias, como rollups e a atualização do proto-danksharding, espera-se que o Ethereum seja capaz de processar milhares de transações por segundo, reduzindo custos de gás e melhorando a eficiência geral da rede. Essas mudanças são cruciais para suportar um número crescente de dApps e usuários.

3. Adoção Crescente de Finanças Descentralizadas (DeFi)

O Ethereum é a base para o ecossistema DeFi, e espera-se que a adoção de serviços financeiros descentralizados continue a crescer. Com melhorias na escalabilidade e eficiência da rede, mais usuários poderão aproveitar os serviços DeFi, expandindo ainda mais o mercado.

Explorando o Proto-Danksharding

Proto-Danksharding

O proto-danksharding, uma versão preliminar do danksharding, tem como objetivo facilitar a verificação de dados nas redes secundárias do tipo rollup do Ethereum. As rollups, como a Optimism, operam em um blockchain separado (L2), mantendo a segurança e a integridade do blockchain principal do Ethereum (L1).

Uma inovação chave do proto-danksharding são os “blobs”, que armazenam dados temporariamente fora da rede principal, reduzindo os custos de armazenamento e processamento. Esses dados são excluídos após duas semanas, enquanto o calldata, uma área de armazenamento temporário durante a execução de transações no Ethereum, permanece indefinido.

Espera-se também uma redução nos custos de gás, uma taxa cobrada por transações na rede, que varia conforme a complexidade e demanda. Com o proto-danksharding, os rollups utilizarão menos gás para armazenar e processar dados na rede principal, diminuindo os custos para os usuários.

Portanto, a atualização Dencun visa tornar as redes secundárias mais eficientes e reduzir os problemas relacionados aos altos custos de gás e lentidão nas transações, facilitando o envio e recebimento de pagamentos, interações com dApps e NFTs, e outras operações de maneira mais rápida e econômica.

Além do Dencun

Ethereum

Além das melhorias técnicas da atualização Dencun, outros fatores podem influenciar o valor e a adoção do Ethereum nos próximos meses. Um exemplo é a potencial aprovação de um ETF à vista da criptomoeda, prevista para maio deste ano.

Empresas de renome, incluindo a BlackRock de Wall Street, expressaram interesse em lançar seus próprios ETFs de Ethereum. Tal aprovação marcaria um reconhecimento significativo da criptomoeda como uma classe de ativo legítima nos mercados tradicionais.

Com a aprovação, é esperado um aumento no investimento institucional na rede, similar ao que ocorreu com o Bitcoin (BTC) após a aprovação de ETFs nos EUA. Com a implementação do proto-danksharding e a entrada do Ethereum no cenário financeiro tradicional, o banco Standard Chartered projeta que o valor do ETH possa alcançar US$ 4.000, quase o dobro do seu valor atual de aproximadamente US$ 2.600.

Veja Também:

Acompanhe nossa página no youtube

Deixe um comentário